segunda-feira, 20 de julho de 2009

AOS MEUS AMIGOS

Hoje, dia 20 de julho é o dia internacional do amigo. Como amo todos os meus, os que foram, os que são e os que ainda haverão de ser, não poderia deixar de prestar minha singela homenagem, a esses que são a família que escolhemos, os irmãos de alma e coração.

Um dia recebi de minha amiga Amanda um texto poético, que falava das pessoas que passam por nossas vidas, algumas são como cometas, nos fazem bem, mas passam rápido demais, sem deixar muitas marcas. Outras, são como estrelas, surgem e permanecem pra sempre, brilhando e iluminando nosso caminho, mesmo que distantes.

É das estrelas que quero falar. Das estrelas que estão distantes de mim por diversos motivos, mas que não param de brilhar em minha lembrança.

Estrelas como você Nadege, que hoje está do outro lado do oceano, na terrinha, feliz e apaixonada por um belo português. Eu também estou muito feliz por você e mais ainda quando lembro o quanto fomos felizes juntos, entre 1998 e 2001. Éramos inseparáveis, lembra? Adoráva-mos bater perna no shopping. Nossas inesquecíveis sessões de cinema (Chocolate; A mexicana; Miss simpatia), filmes que marcaram pra sempre; muitas calorias a mais no Mc'Donalds; as sessões de teste vocacional; nossas risadas; bobagens; briguinhas; desabafos; planos de cursar jornalismo (dos nossos planos é que tenho mais saudade, quando olhávamos juntos na mesma direção); a festinha surpresa em meu vigésimo aniversário. Mais que tudo isso Nadege você é uma amiga que aprendi a admirar e respeitar por seu caráter digno, firme, puro, ingênuo e verdadeiro e por essa leveza que você trás na alma.
Um dia nos reencontraremos amiga e seremos felizes de novo!!!

Queria tanto ter uma amizade como a de minhas maluquetes Bianca e Lauren. Amizade longa e forte que dura mais de 15 anos. Nunca permaneci tempo suficiente em um lugar para que uma amizade perdurasse tanto, ainda assim ganhei a amizade das duas de presente, vieram em dose dupla e cheias de glamour, descoladas, antenadas, atrevidas, abusadas, loucas, delicadas e obcenas. Como elas são muito glamourosas, agora dão pinta na Itália, em Firenze e eu mais uma vez, observo minhas duas estrelas a distância, por um microscópio chamado orkut, mas haveremos de nos tocar novamente e então sairá faíscas de reencontro tão brilhante.

Uma estrela mais antiga, que se afastou, se afastou e hoje parece quase inatíngivel, chama-se Alexandre. Esse foi um divisor de águas na minha vida.
Com você Alexandre descobri que existe paixão sem sexo. Você aguçou meu interesse pela arte, pela boa música, pela poesia. Me ensinou a apreciar os pequenos prazeres da vida, a manter sempre a elegância em qualquer situação. Com seu jeito manso, calmo me conduziu a um mundo de finuras e delicadezas e eu sou eternamente grato e satisfeito por isso.
Ah como eu tenho saudade, das nossas tardes mornas, regadas por lanchinhos especiais e nossas trilhas de novela preferida, eu tinha verdadeira veneração por aquela sua coleção imensa de discos e cd's com todas as trilhas. As festinhas íntimas com uns poucos e bons. Era tudo tão perfeito. Mas como tudo que é bom sempre acaba, acabou, pra minha tristeza e infelicidade. Foram longos 11anos de inconformismo pelo fim do nosso tempo da delicadeza, até que no ano passado ao te achar no orkut e vc me ignorar solenemente, consegui me libertar. Não consigo ter raiva de você, vou guardar nossos momentos lindos pra sempre e sei que você também.
Já que você não está aqui, oque posso fazer é cuidar de mim.

E então surge a estrela que ainda posso alcançar. Murilo ainda está lá em Porto Alegre, mas promete logo estar cá em Sampa, assim espero. Quero de volta meu companheiro de baladas; quero nossas divagações sobre arte, literatura, cinema, teatro; quero minha companhia pra um bom café na cafeteria mais in do momento; quero nossos jantares; caminhadas no parque e todo o charme e veneno que só uma mamba negra e uma naja conseguem ter.

Além de todos já citados, quero desejar também a Luzia, Diana, Suzana, Pablo, Daniela, Cristina, Sheila, Fernando e Maristela um feliz dia do amigo!!!

Estão todos do lado esquerdo do meu peito, debaixo de sete chaves.

8 comentários:

Inez disse...

parabés pelo texto é lindo.
Amigo como você disse é irmão de alma.
Feliz dia do amigo.

Glória disse...

Ter um amigo que escreve um post para os amigos pode ser considerado como uma prova de amizade e um belo presente no dia de hoje.

Feliz Dia do Amigo!

Rafael Iglesias disse...

A amizade é o nosso refúgio, nosso porto seguro. http://rafael.iglesias.zip.net/ - Respondendo a sua pergunta no meu blog: não, não sou jornalista. Tenho 16 anos. ASPOKSOKpoASkop

Histórias do Arteiro disse...

E que bom ter amigos de blog pra ler textos tão bonitos e se emocionar com eles... Adorei, me identifiquei em váios momentos e graças à Deus, tenho amigos de muuuuuitos anos e que considero irmãos...
Você é o cara mesmo. Uma vez estava afastado de um amigo de infância há um tempo e foi através dessa musica do Renato Russo que escrevi em um cartão de natal pra ele que voltamos a nos falar. Realmente os trechos que vc citou são de matar qualquer um! Parabéns!

Marcelo A. disse...

E aí, Esdras! Beleza, cara?

Tenho poucos, mas bons amigos. A grande maioria vem lá do início da vida. Graças a Deus, ainda tenho amigos de infância. E amigos de verdade, daqueles que fazem parte da vida da gente. Afinal, essa é a graça da vida, né? Ser e ter amigos...

Passa lá no blog. Também falei sobre - pra variar... Rsrsrsrs!

Abração!

Bianca disse...

Ahhhh....que saudade desse meu amigo!!! Feliz dia do amigo pra ti tb! Nao vejo a hora de te ver de novo! bjaoooooooooo

nadege disse...

Esdras vc e um amigo maraaaaavilhoso...nunca irei esquecer todos os momentos que passamos ...um dia espero poder ver-te novamente ....saudades...beijos

eroticromanticvaniamara disse...

Muito lindo Esdras, parabéns , adorei!!