domingo, 20 de setembro de 2009

DANCE BEM, DANCE MAL, DANCE SEM PARAR...


Bem que dizem que as melhores coisas acontecem quando a gente não planeja. Acho super chato ficar blogando os acontecimentos do fim de semana, mas hoje tô com uma vontade louca de contar como foi meu sábado inesperadamente divertido.

Meus sábados tem sido geralmente mornos, nublados e sem graça. Ontem foi diferente. Liguei pro amigo Murilo e combinei de passar em sua casa no finalzinho da tarde pra tomarmos um café e colocar o papo em dia, como ele está sempre cheio de novidades, teríamos papo por longas horas, mas o plano era só esse: café, bate-papo, ficaríamos até altas horas vendo tv e depois pegaríamos no sono em qualquer canto da casa. Se fizesse um belo dia hoje, iríamos caminhar em algum parque da cidade ou visitar uma exposição de quadros. Não foi bem assim que aconteceu.

Cheguei em casa de Murilo entre 16:30h e 17:00h, demos um "pulinho" no mercado, preparamos um café e entre um cigarro e outro ele começou a me contar empolgadamente sobre um novo amigo que estava louco pra me apresentar. Depois de uma xícará de café bem forte, algumas fatias de pão trançado recheado de presunto e queijo e um belo pedaço de torta de chocolate abarrotado de recheio e cobertura, começamos a ler poesia, ouvir mensagens do tipo "filtro solar", relembrar os tempos de escola, amores antigos e quando o papo estava começando a querer ficar "deprê" o tal "novo amigo" de Murilo liga avisando que está a caminho.

Tiago, o "novo amigo", já chegou decretando que estava faminto e queria sair pra jantar e que depois do jantar iríamos dançar em uma boate, e não iria aceitar desculpas porque já tinha colocado o nome de nós três na lista e ia ser super legal. Eu e Murilo até que somos fervidos, mas ontem não estávamos muito afim de festa. Enfim, como eu e Murilo ainda somos meio que dois forasteiros aqui em São Paulo, Tiago nos convenceu com a proposta de nos apresentar os lugares mais legais da cidade. Topamos.

A noite começou com um jantar delicioso regado a muita massa, Tiago que é uma simpatia e tem muito bom gosto, nos levou num lugar gostoso e descontraído ali na Haddock Lobo. Depois de um papo super agradável e devidamente alimentados, demos uma esticadinho na SoGo. Por mim se ficasse só no jantar já estaria ótimo, mas Tiago queria mais e ainda bem que ele insistiu, porque a balada foi ótima!!!

Música da melhor, ambiente pequeno, mas sofisticado, pessoas interessantes, companhias adoráveis.

Eu dancei muito, dancei como não dançava há tempos, me acabei na pista até as 05:00 da manhã. Foi demais, quando tocou a última música, fui a loucura, "Viva La Vida" me levou ao frenesí total. Saí de lá com a alma lavada e um sorriso escancarado.

Se fiquei com alguém? Não. Não fiquei com ninguém, apenas dancei, dancei e dancei e isso foi maravilhoso, foi bom demais, não precisei de mais nada!!!

Se eu tivesse que dar um conselho agora pra todos aqueles que estão mal, tristes, chateados ou depressivos por algum motivo, seria esse: DANCE. Sempre que sentir que alguma coisa não tá legal: DANCE. Brigou com alguém querido, perdeu o emprego, tá com problemas financeiros, sentimentais, se acha feio, sem graça, mal amado, carente: DANCE. Você vai esquecer de tudo e se sentir inteiro, mesmo que por poucas horas e faz um bem danado pra alma, pro espírito e pro físico é lógico.

Pode ter certeza, dançando você se ilumina, fica até mais bonito. Tirando uma dorzinha aqui, outra ali pelo corpo no dia seguinte, você só tem a ganhar.

Viu como meu sábado foi sensacional? Quantas porções de coisas eu consegui sentir e passar pra vocês?

Então era isso gente. Fui...

Ah, só mais um lembrete: DANCE BEM, DANCE MAL, DANCE SEM PARAR, DANCE ATÉ SEM SABER DANÇAR.


6 comentários:

Histórias do Arteiro disse...

Que bom que ficou mais alegre depois da balada... rsrsrsrs Pra mimseria pior, porque odeio dançar! Fico feliz por você ter se alegrado mais. E o texto, pra variar, ótimo.

disse...

A poesia é a dança da alma...

Amo dançar tbm...me acabo na pista de dança, até altas horasss....
Dia 02/10 faço 25 anos....e onde vc acha q eu vou comemorar!!?!?!? em uma pista de dança com ctzzz...
Faz mto bem dançar, soltar o corpo sem se importar se alguém olha ou não.
Qtas loucuras eu já fiz por uma pista de dança!!!!
De onde vc é...se não é de SP???

Bjos bjos bjos!!!

eroticromanticvaniamara disse...

....que coisa incrível, mas eu tenho a impressão de ter lido algo muito, mas muito parecido mesmo ,de uma escritora .Bem de qualquer forma com ou sem sensação (rs) Gostei muito.

Thiago disse...

Bom saber que você gostou forasteiro...heheheheh

Francorebel disse...

O seu texto me deu vontade de sair dançando. Aplausos!

Brufogaça disse...

SIMMM eu sempre digo isso, "só preciso sair pra dançar" (e no meu caso, a pessoa com vícios, beber muito durante hahaha).
É exatamente isso q penso, depois a tua alma ta lavada... lembrei daquela noite louca da tua despedida o quanto dancei hahaha
mara! saudade