sábado, 26 de junho de 2010

PRA DIZER ADEUS

Para Murilo

Podíamos deixar que o tempo passasse, sábio e sorrateiro, e levasse de arrasto tudo o que ficou em suspenso, as explicações, as "DRs", as palavras muitas vezes tão desnecessárias. Você com sua natureza prática e fria certamente preferiria assim, mas eu não consigo, queria fazer algo formal, que esclarecesse em definitivo o fim dessa amizade, e sabe por que? Simplesmente porque essa solene despedida nada mais é do que uma carinhosa homenagem aos bons amigos que fomos, a tudo o que vivemos juntos, a como foi bom enquanto durou. Você que tantas vezes foi citado aqui neste blog como o amigo querido e especial, seria irônico se não fosse mencionado uma última vez como alguém realmente relevante, que sai de cena na história da minha vida, mas deixa deliciosas recordações.

Por que se acaba uma amizade?

Amizades são pra sempre, dizem alguns, e por muito tempo desejei e acreditei ardentemente que isso fosse verdade. Mas a vida se encarregou de me fazer entender que amizades inatingíveis são pra uns poucos felizardos, o que resta pra grande maioria dos pobres mortais são amizades ocasionais que duram por um tempo e depois se desfaz, assim como a nossa. Amizade datada, que no íntimo sabe-se que um dia vai acabar, só não se sabe quando. E enquanto dura é tão maravilhoso que deseja-se que seja eterno, mas quando se põe o coração de lado e pensasse com a razão entende-se que nesse insano mundo comtemporâneo o pra sempre, sempre acaba.

Mas por que a nossa amizade acabou?

Divergências? Falta de afinidade? Distância? Mágoas?

Nenhuma das alternativas anteriores.

Divergências resolve-se com diálogos e dialogar, falar, tagarelar era o que mais fazíamos. As vezes o silêncio fazia-se necessário, mas até sem palavras nos entendíamos.

Falta de afinidade quase não tínhamos, apesar de muito diferentes. Mas nossas diferenças é que dava o tempero exato na nossa amizade.

Distância nunca foi problema pra nós, ainda mais com todas as alternativas tecnológicas disponíveis.

Mágoas não as tenho. Você tem alguma?

Então por que? O que nos impede de continuar uma bonita e sólida amizade?

Pura e completa falta de interesse de ambas as partes. Deixou de ser bonita e prazerosa, deixou de ser especial, tornando-se apenas mais uma. Foi deteriorada pelo tempo. E chegamos nun ponto de lucidez em que insistir, remendar, reciclar não nos interessa mais. Preferimos ficar apenas com as lembranças boas dos primeiros dias, dos primeiros meses, do primeiro ano. Da cidade de Porto Alegre, que vai ser sempre nosso canto especial no mundo; das festas; das tardes no gasômetro, na redenção; dos filmes; dos conselhos; das confidências; dos barzinhos; dos desabafos; dos amigos em comum; do dinheiro contado; das risadas; dos deboches; dos planos; das implicâncias e da admiração mútua, porque sem ela uma amizade não dura nem 24 horas e a nossa foi muito além disso, compartilhamos dois invernos e duas primaveras.

E que tudo isso dure pra sempre, sem rancores e sem mágoas.

Talvez um dia nos encontremos novamente, mas até aqui adeus!

2 comentários:

Marcelo A. disse...

Esdras querido;

Realmente ando sumido. Aliás, andamos, né? Até andei aparecendo aqui no "Borboletas", mas fazia mó tempão que você não postava... Sabia que te citei dia desses, lá no "Diz"? Confere aí:

http://marcelo-antunes.blogspot.com/2010/05/cabecas-raspadas-e-toda-maneira-de-amar.html

Nossa... tema forte o de hoje, né? Me fez pensar em algumas amizades que ficaram pelo meio do caminho. Pelo que me recordo, nunca rompi assim, "oficialmente", com alguém. Mas há amizades que não vingam, vai saber o porquê...

Nossa, que bom que apareceu! Gosto muito dos seus "pitacos"...

Abração!

=)

De VOLta ao MEU eU...QuerER sempre MAis disse...

Por que uma amizade acaba?
Taí uma boa pergunta...é triste a resposta!
Acaba por tanto e tantos motivos....todos esses que vc descreveu tão bem aqui, alias!
Mas creio que acaba porque

*MOMENTOS NUNCA SÃO ETERNOS!*

Tudo é passageiro neste mundo.
Por isso devemos viver com toda intensidade insana que pudermos.
Porque...infelizmente(ou não)tudo na vida tem um fim!

Sorriso enorme pra ti :))