domingo, 4 de janeiro de 2009

MONSTRO

Ele se revolve violentamente de tempos em tempos, antes ficava adormecido por períodos maiores, mas ultimamente tem se revoltado com mais frequência. Se debate, rosna, urra como se uma lança afiada com a ponta chamejante atravessasse seu corpo por vezes e vezes sucessivamente. Parece bonito, mas é extremamente assustador. Tem a pele negra e brilhante como piche num corpo totalmente escamado, os olhos são de um azul turqueza opaco e profundo, possui dentes e garras extremamente brancos e afiados.
O monstro não é um ser maligno, apesar da aparência assustadora, apenas reage conforme as influências do meio. Não machuca nem faz mal a ninguém, somente a si próprio, mas sente medo que algum dia as coisas saiam de seu controle e uma consequência trágica se abata sobre ele.
Está cada dia mais difícil de suportar, os golpes tem sido cada vez mais frequentes e mais dolorosos. Por estar preso, impossibilitado de fugir e se proteger das estocadas, seu corpo pesado e escamoso se debate contra as grades e a dor deixa-o quase sem fôlego e quando não aguenta mais adormece por um período curto, ao despertar sente-se um pouco melhor, mas sabe que voltará a sofrer novamente os mesmos golpes, ainda por repetidas vezes. Uma insatisfação imensa: os amores errados e não correspondidos; a falta de plenitude e realização no trabalho; as rejeições e decepções dos que um dia chamou de amigo; a discriminação, o preconceito, a indiferença, o deboche, a chacota, a vergonha; a tristeza e a sensação de fracasso por não conseguir alcançar os objetivos tão sonhados e acalentados por toda uma vida; o medo de que no final tudo tenha sido em vão, toda a força arrancada do âmago pra continuar. E assim com todas essas estocadas e golpes impiedosos inflingidos pela vida, o monstro continua a se retorcer, debater, rosnar e urrar constantemente com sua longa cauda, garras e dentes afiados tentando se libertar de mim, aquele que o abriga.

3 comentários:

Bruna disse...

prefiro não comentar
amnha falamos...
:///

Lorde disse...

Achei interessante mas penso que não é bem o caso, e tu sabe que penso isso...O Esdras que eu conheço esta muito mais para terça insana que edgar alan poe (isso quer dizer: divertido, inteligente, alto-astral e o amigo com quem mais dou risada...até em um sábado chuvoso, nem que seja da pereba alheia..rsrsrs)Mas conversamos e te falo mais..beijosss

eroticromanticvaniamara disse...

Monstros só são poderosos quando os deixamos crescer Esdras. Eles são frutos dos nossos pensamentos . Mas falando sério .. adorei este monstro de oljos azuis, me apaixonei... Lindo mesmo este texto.