sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

3 FILMES

No momento de ócio pelo qual passo tenho tido tempo de sobra pra fazer duas das coisas que mais gosto: ler e assistir filmes.

Recentemente acabei a leitura de O RETRATO DE DORIAN GRAY de Oscar Wilde e engatei a biografia de MAYSA-SÓ NUMA MULTIDÃO DE AMORES de Lira Neto. Em outra
postagem falarei sobre os dois livros e comentarei meus trechos favoritos.

Hoje quero falar de três bons filmes que assisti na última semana em DVD. Ao contrário de alguns, eu adoro filmes com lições de moral, mensagens bonitas que as vezes até soam clichê. Pra mim o filme sempre tem que me tocar de alguma forma, por mais que tenha sido um fracasso de bilheteria, se fala algo ao meu coração é o que importa.


Os 3 filmes são: NOIVAS EM GUERRA, uma comédia; A PELE, um romance e VERÔNIKA DECIDE MORRER, um drama. Todos foram um fracasso de bilheteria, sendo que A PELE nem chegou as salas de cinema, foi direto pras locadoras. No entanto posso garantir, se você, assim como eu, está mais interessado numa boa história do que numa mega produção repleta de efeitos especiais, os três filmes valem a pena.


NOIVAS EM GUERRA é sim, mais uma comédia água com açúcar, com duas lindas e jovens atrizes em ascenssão e uma mensagem bonitinha no final que diz que: "As vezes na vida existem laços reais que nunca podem ser rompidos. As vezes, você vai encontrar aquela pessoa que vai ficar ao seu lado aconteça o que acontecer. Talvez encontre uma pessoa e celébre isso com um casamento. Mas também existe a chance de essa pessoa, com a qual você pode contar a vida toda, essa pessoa que te conhece, as vezes melhor que você mesmo, seja a mesma pessoa que está a seu lado esse tempo todo." Clichê? pode ser, mas irresistível, como um bom filme sobre casamento que se preze, sem falar nas deliciosas interpretações de Kate Hudson (mais linda que nunca) e Anne Hathaway (fofa como sempre) e as hilárias situações em que as duas amigas de infância se metem tentando detonar o casamento uma da outra. Ótima pedida para uma preguiçosa sessão da tarde


Já o romance A PELE, com a bela e indefectível Nicole Kidman, conta a história baseada em fatos reais de Diane Arbus. Diane tem um bom casamento, lindas filhas, um marido apaixonado, uma casa grande e luxuosa. Trabalha como assistente do marido fotógrafo e parece ter uma vida perfeita, mas falta algo na vida de Diane, até conhecer seu misterioso vizinho Lionel de Robert Downey Jr. Um homem que sofre de uma anomalia que deixa seu corpo inteiro coberto por pelos, assim, apesar de não enxergar o rosto do homem, Diane fica completamente fascinada pelos mistérios que o cercam e começa aí uma improvável paixão. O filme é uma clara alusão a história de A BELA E A FERA com um emocionante final. Embora fã incondicional de Nicole, demorei para assisti-lo porque ouvi muitos bombardeá-lo, mas após vê-lo constatei que não vou mais dar ouvidos a opiniões alheias quando estiver a fim de ver determinado filme.



E por último, o meu preferido. Do Best Seller de Paulo Coelho o depressivo VERONIKA DECIDE MORRER. Mas por que uma jovem de 28 anos, bonita, com um ótimo emprego, um apartamento incrível, adorada pelos pais, resolveria se matar assim, sem mais nem menos? A própria Veronika responde, logo no início do filme:

" Bom, vamos ver. Após concluir que eu estou deprimida, sei lá..., vai me dar remédios, não vai?
E, eu sei que centenas de pessoas tomam e estão todas muito bem, sério. Vou sair daqui e voltar ao trabalho com meus novos antidepressivos. Vou visitar os meus pais e convencê-los que voltei a ser a pessoa normal, que nunca dá trabalho.
...E um dia, um cara vai me pedir em casamento. Ele vai ser gentil e meus pais vão ficar muito felizes. No primeiro ano vamos fazer amor o tempo inteiro. No segundo e no terceiro cada vez menos. Mas quando começarmos a enjoar um do outro, eu vou ficar grávida. Criar filhos, manter um emprego, pagar a hipotéca, vai manter nossa estabilidade por algum tempo. E aí, uns 10 anos depois, ele terá um caso, porque eu estarei ocupada demais e cansada demais. E eu vou descobrir, vou ameaçar matá-lo, matar sua amante e me matar. Nós vamos superar isso e alguns anos depois, ele vai ter outro. Dessa vez eu vou fingir que não sei, porque eu vou achar que não vale a pena armar um barraco. E eu sei que eu vou viver o resto dos meus dias, desejando que os meus filhos tivessem a vida que eu não tive. Outras vezes satisfeita por suas vidas se tornarem reprises da minha.
Eu estou bem, é sério."

Quem pode tirar a razão de Veronika? Ela simplesmente não quer ter uma vida como a que acaba de descrever e nem cogita a possibilidade de que seja diferente. Está cansada, exausta de vida tão sem sentido. É um direito dela não querer continuar. O drama tem uma belíssima lição no final. Sarah Michelle Gellar que não é nenhum assombro de atriz, caiu como uma luva no papel. Eu já tinha amado o livro e o filme só veio a confirmar que a história realmente funciona. Me arrepiei ao ler, me arrepiei ao assistir.













7 comentários:

Vinicius Colares disse...

eu adoro cinema, mas por incrivel que pareça não assisti nenhum, mas conheço todos os três e não vi pq não fui atraído, mas vou tentar dar uma chance!

Linny ... disse...

hum..eu li veronika decide morrer mas só o começo,confesso.. é difícil um filme me tirar de casa pra assistir
abraços e sucesso :D

Marcelo A. disse...

Puxa, Esdras! Transmimento de pensação. Acredita que ainda ontem um amigo me recomendou o VERONIKA DECIDE MORRER?! Já li o livro e tô doido pra ver o filme. Ainda mais agora, depois da sua recomendação.

Abração!

De VOLta ao MEU eU...QuerER sempre MAis disse...

Já tive a oportunidade de assistir os dois primeiros e confesso...Quando um filme ou um livro é capaz de fazer com que eu me arrebente chorando...classifico como ÓTIMO!!! E os 2 fizeram isso.
Vc os descreveu muitissimo bem.
Pode parecer piegas,mais amei demais o filme NOIVAS EM GUERRA.
Me surpreendeu em algumas coisas,acho linda uma boa historia de amor. E essa ainda mais por ser uma linda historia de amor de uma grande amizade.

enorme sorriso pra ti ;))
PS:Vou assistir Veronika decide morrer.

Antonoly disse...

E tem coisa melhor do ler um bom livro e assistir a um filme?
Valeu!

Rodolfo Soares disse...

Valeu pela dica... vou ver se eu os consigo para este final de semana

Abraços
www.borarir.com

love ROCK disse...

Esdras, você tem muito bom gosto pra filmes.
Parabéns, eu tinha visto o trailler desse filme baseado no livro do Paulo Coelho e fiquei com vontade de ver.

Vou te dar um notícia que talves vc não saiba. O diretor Fernando Meirelles foi convidado, e tem tudo pra aceitar o convite, pra dirigir a cinebiografia de Janis Joplin (roqueira dos anos 60 e 70).

Bom, se vc conferir a notícia pra publicar no seu blog, é só acessar o Advocacia do Rock.

Abraço forte, vlw