domingo, 24 de janeiro de 2010

DE MAYSA E OSCAR WILDE

Acabo de ler MAYSA - SÓ NUMA MULTIDÃO DE AMORES, antes havia lido O RETRATO DE DORIAN GRAY de Oscar Wilde. Diferentemente da biografia da cantora Maysa, DORIAN GRAY é um romance de ficção, mas não há como negar que o autor colocou ali grande parte de sua personalidade em muitos diálogos. O que me leva a conclusão de que tanto Oscar quanto Maysa tem muito em comum: línguas afiadas, almas desassossegadas e paixões atormentadas.

Ambos morreram jovens, Oscar Fingal O'Flahertie Wilde aos 44 anos em 1900 e Maysa Figueira Monjardim aos 40 em 1977. Sem dúvida nenhuma viveram intensamente e deixaram nos anais da história opiniões, pensamentos, frases de efeito que nos ajudou muito a entender um pouco de suas fascinantes personalidades e até mesmo encontrarmos um grande grau de identificação.

Com vocês, um pouco de Maysa e Oscar Wilde. Não identifique-se se for capaz.

Oscar Wilde em O RETRATO DE DORIAN GRAY:

"Só existe uma coisa no mundo pior do que falarem de nós, e é não falarem de nós."

"Quanto a acreditar, posso crer em qualquer coisa, contanto que seja absolutamente incrível."

"O riso não é mau início para uma amizade e é indubitavelmente o melhor fim."

"Não quero desnudar minha alma a olhares curiosos e vazios."

"O objetivo da vida é o desenvolvimento da própria personalidade. Realizar perfeitamente nossa natureza."

"Viva a vida magnífica que palpita no íntimo de seu ser! Não permita que se perca coisa alguma. Esteja sempre à cata de novas sensações. Nada tema."

"Sim, pois a mocidade dura tão pouco... tão pouco... As modestas flores dos montes murcham, mas tornam a vicejar. O laburno estará, no próximo ano, tão amarelo quanto agora. Dentro de um mês haverá flores purpúreas na crematite e, ano após ano, a noite verde de suas folhas exibirá essas estrelas purpúreas. Mas nunca recuperamos a mocidade."

"Os homens casam-se por cansaço; as mulheres por curiosidade. Ambos se decepcionam."

"Quando nos sentimos felizes sempre somos bons, mas quando somos bons nem sempre somos felizes."

"Adoro os escândalos sobre as outras pessoas, mas os escândalos a meu respeito não me interessam. Não têm o encanto da novidade."

"O pecado é algo que marca a fisionomia de um homem. Não pode ocultar-se."

"Cada êxito que obtemos nos traz um inimigo."

Maysa em sua biografia SÓ NUMA MULTIDÃO DE AMORES:

"Há gritos incríveis dentro de mim que me povoam da mais imensa solidão."

"Ás vezes sou masoquista. Considero masoquismo aturar sem queixas uma porção de pessoas. Detesto gente burra e vivo me encontrando com elas."

"Dor física jamais me fez medo. Tenho medo apenas do que não depende de mim: amar e não ser amada, por exemplo."

"Primeiramente, bebo porque quero. Depois porque trabalho para pagar o que bebo. Finalmente, porque tenho senso de autocrítica. Muitas vezes reconheço-me insuportável e eu só suporto os insuportáveis bebendo."

"Tenho pavor da solidão. Quando estou só tenho certeza de que sou maior do que eu mesma e isto me apavora. Ninguém deve conhecer a sua própria dimensão."

"Em todas as vezes que tentei suicídio quis morrer sinceramente. Mas em nenhuma eu queria morrer imediatamente. Por isso morria pouco. Só uma coisa me faria morrer até o fim: o amor."

" Não dê nome a nada, as coisas são, puramente são."

12 comentários:

Rafaelle Macedo disse...

"Só existe uma coisa no mundo pior do que falarem de nós, e é não falarem de nós."
Gostei do blog!

Ká.Entre.Nós disse...

Eu moro na Irlanda não preciso dizer que Oscar Wilde é irlandês e que aqui consome-se livros e livros dele, obrigada pelas indicações e citações, é sempre bom re-ler de novo.

Paulo Sidney disse...

Muito legal a maneira como escreve e as indicações a são muito boas. Ótimas referências.
abs

De VOLta ao MEU eU...QuerER sempre MAis disse...

"Há gritos incríveis dentro de mim que me povoam da mais imensa solidão."
Com toda certeza deste mundo...essa é minha frase.

enorme sorriso :))

Marido Sanduíche disse...

O blog é ótimo, mas isso todos devem dizer, então digo que você tem didática em seus textos e cultura.
Adorei ler seus textos e vou procurar lêr as biografias.
Um grande abraço

Luciano Silvestre disse...

Não conheço muito a fundo as obras, mas pelas citações que você escolheu, vejo que não me arrependerei se for ler. Parabéns pela postagem! Esatrei seguindo seu blog e aguardo sua visita!

Leandro disse...

boa iniciativa :D


Leandro,
www.umpequenomundo.com

-


ae, gostaria de te convidar para um comu de blogueiros que anda crescendo
bastante:

Blogosfera - Brasil - (Nova comunidade de blogueiros)
Divulgue seu blog lá!

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=97889392

Esther Saldanha disse...

Bem bacana, personalidades marcantes são infinitamente interessantes, é impossivel se cansar com elas. É impossivel não se encantar com elas.

Millena Blogueira disse...

Oscar Wilde é muito bom.Já pensei em colocar um pensamento dele no meu blog.
Parabéns pelo blog!

Straight Edge Hardcore disse...

As citações do velho Wylde são sempre bem-vindas!!!
abçs

Patrycia disse...

Fragmentos escolhidos a dedo... Oscar Wilde é perfeito. Adoro suas obras. Gostei do blog! Interessante o seu perfil rs.

Patrycia
acendedordelampadas.blogspot.com

Lauren Liane disse...

meu amor!! adorei ler teus textos!! e me identifiquei muito com eles!!!
bjao!!!!