segunda-feira, 13 de outubro de 2008

NOITE

Depois de um calor abrasador. Uma verdadeira sauna ao ar livre. Caiu a chuva mansa e lenta. Poucas horas depois, o dia sufocante deu lugar a noite fresca e límpida. Era simplesmente delicioso sair na rua e sentir aquele perfume indescritível, proveniente das folhas das árvores q balançam levemente ao sabor do vento suave q chega depois de um dia com tantas variações de temperatura, e o cheiro do asfalto misturado com a terra molhada, parecia q o céu se despia e as estrelas abriam um sorriso largo abençoando a cidade depois de mais um dia infernal. E a noite convidava. Convidava a caminhar, pura e simplesmente, apreciando seu prefume inebriante, convidava a tomar um choppe no barzinho da esquina; a sentar no banco da praça; a dançar sob a luz do luar; a fazer um luau; a namorar tendo apenas as estrelas por testemunha; à sonhar, fechar os olhos suavemente, aguçar todos os sentidos, deixar a brisa acariciar a pele vastamente e esquecer de tudo de ruim q existe, lembrar q a natureza eh sábia e poderosa e nos proporciona prazeres tão simples e magníficos como esse, uma noite recompensadora depois de dias tão insuportavelmente quentes.
Nessa noite consegui entender com mais clareza pq me considero um ser noturno, ñ tem nada a ver com ser punk, gótico, depressivo ou coisas desse tipo, tem mais a ver com ser romântico, sonhador. A noite proporciona várias possibilidades. Liberdade, inspiração, paixões, beijos, esperanças.
Liberdade de ser quem vc realmente eh. Quem ñ tem medo de críticas e julgamentos e tá se lixando para o que os outros vão pensar ou falar, eh oq eh nas 24 horas do dia e eh mto mais feliz e realizado assim. Mas para aqueles q ainda ñ entenderam o poder maravilhoso q exercem os q pisam e passam por cima de toda e qualquer hipocrisia humana, a noite eh a única forma de se libertar e tirar a máscara colocada até o sol se pôr.
Inspiração pra compôr uma música, escrever um poema, pintar um quadro, esculpir. A arte em geral vem com mais força e delírio qdo a noite cai.
Paixões, secretas, escancaradas, misteriosas, tranquilas, voluptuosas, efêmeras em qualquer forma e intensidade brotam no escuro, de noite.
Beijos roubados, consentidos, lentos, de tirar o fôlego, sempre em sua maioria, pelo menos os mais gostosos são dados sob a luz da lua, debaixo de um céu estrelado. É assim q descrevem a maioria dos livros, filmes e novelas.
E a esperança de viver tudo isso intensamente parece q fica mais forte qdo a noite chega e todos parecemos tão iguais diante do mundo pq a noite é mágica e se torna fada-madrinha de todas as cinderelas, sejam homens ou mulheres, q acreditam q o amor um dia chegará.
À noite todos os gatos são pardos.
À noite tudo pode acontecer.

2 comentários:

Bruna disse...

ADOOOREIII!!!
mesmo!
de novo, me identifiquei...

Lorde disse...

Sempre gostei da noite, agora passei a adorar..