segunda-feira, 6 de outubro de 2008

COCA-COLA COM LIMÃO E GELO

A vida eh feita de pequenos e grandes momentos. Os grandes momentos são óbviamente lembrados com frequência e grande empolgação por quem os viveu mas hoje eu quero falar de pequenos momentos, aqueles q mtas vezes parecem insignificantes e passam despercebidos aos olhos da maioria mas tornam-se marcantes e inesquecíveis pra qm sente saudade e tem a sensibilidade à flor da pele. Pequenos momentos significam mto para aqueles q entendem q uma vida eh construída de pedacinhos, como um enorme quebra-cabeças com inúmeras e minúsculas peças, todas indispensáveis para q a imagem fique perfeita. Nenhum momento da vida eh completamente insignificante ou dispensável, mesmo aqueles q parecem ser. Tudo contribui pra formar nossa identidade, nossa personalidade, aquilo q somos por dentro e se reflete por fora. Pode ser marcante um desenho da infância; um bicho de pelúcia ou outro brinquedo qualquer; uma comida; uma peça de roupa; um sorriso recebido na hora certa, de alegria, de flerte ou cumplicidade; uma dança com alguém especial ou sozinho mesmo, ñ tem nada melhor do q dançar qdo se está feliz e ñ importa o jeito, pode ser desengonçado, correto ou exímio dançarino, esses momentos costumam ser sempre inesquecíveis qdo vc tira os pés do chão e nem se importa com quem estah olhando, se eh q tem alguém olhando, a menos q vc esteja em um concurso de dança, aí já são outros "quinhentos", um concurso de dança eh um momento inesquecível mas eh um grande momento e ainda ñ acabei de listar apenas os pequenos momentos q eh o ponto chave desta crônica. Um filme pode ser marcante, pela história ou pelo momento e a companhia com qm se assiste, um amor ou uma turma de amigos, tudo depende do estado de espírito, até mesmo sozinho se pode ver um filme e aquele pequeno momento de introspecção e solidão tornar-se marcante pra vc. A lembrancinha de uma viagem; um afago no rosto; a mão enxugando suas lágrimas qdo vc ñ conseguia parar de chorar; o convite pra uma balada q vc qria mto ir mas ñ tinha um centavo no bolso; aquela música q vc nunca mais ouviu; a foto amarelada guardada há anos tirada num barzinho q vc foi qdo fez aquela excursão pra uma cidade histórica no interior de Alagoas chamada Xingó e onde conheceu o Alexandre, aquele amigo incrível q tinha tudo a ver com vc e ali aconteceu um dos pequenos momentos mais marcantes e inesquecíveis.
O Alexandre q era quatro anos mais velho, portanto um pouquinho mais experiente, pediu uma coca-cola com limão e gelo e vc com apenas 15 anos, no auge de sua inocente e implacável adolescência achou o máximo por nunca ter visto ninguém tomar coca com limão e gelo, e ficou encantado e admirado, pensando como aquele cara legal era inteligente e interessante e culto e seu mais novo amigo, o amigo q vc esperou durante tanto tempo e q agora estava ali na sua frente tomando coca-cola com limão e gelo e te ensinando sem saber q era super gostoso, e vc pensou q poderia aprender mto mais coisas, tão legais qto essa e foi feliz, foi mto feliz, foi escandalosamente feliz naquele momento. Um pequeno e insignificante momento, pra todos aqueles q estavam a sua volta na mesa, ñ pra vc. Pra vc foi a descoberta de um amor profundo, baseado numa amizade pura e verdadeira e de q ficou mto tempo sem saber o qto eh gostoso coca-cola com limão e gelo.

2 comentários:

Lorde disse...

Adorei este..Te conto pq pessoalmente...

eroticromanticvaniamara disse...

Amei Esdras coca com limão... refrescância e estímulo...gostinho de quero mais.Continue eu estou adorando.